Itaú BBA: Venda da Aesop é positiva para Natura (NTCO3) e permite focar em ativos estratégicos, como Avon e The Body Shop

O Itaú BBA manteve a recomendação de compra para NTCO3 com preço-alvo de R$ 18 por ação, que pressupõe um potencial de valorização de 32%

Os analistas do Itaú BBA consideraram positiva a venda da marca de cosméticos de luxo Aesop pela Natura&Co para a francesa L’Oréal. “Tanto o valor quanto a estrutura da transação são positivas”, apontou o relatório assinado por Thiago Macruz, Maria Clara Infantozzi e Clara Lustosa.

Na segunda-feira (3) à noite, a Natura anunciou acordo vinculante com a L’Oréal para a venda integral da Aesop, por US$ 2,525 bilhões, a serem pagos integralmente em dinheiro no fechamento da transação, o que provavelmente ocorrerá durante o terceiro trimestre.

Segundo a equipe, o preço pago ficou 26% acima das expectativas do mercado e a estrutura da transação, com a venda completa do ativo e o pagamento total em dinheiro no fechamento, formaram o melhor cenário para a transação.

“Os prazos divulgados também foram positivos e o valor captado vai acelerar o processo de desalavancagem da Natura e melhorar sua dinâmica de fluxo de caixa daqui para frente, visto que as despesas com juros vêm consumindo um volume relevante de caixa recentemente”, completou o time.

Além da desalavancagem financeira, espera-se que venda permita que a Natura&Co se concentre em suas prioridades estratégicas, que incluem a integração da Avon LatAm, a otimização contínua da Avon International e a melhoria contínua da The Body Shop.

“A Natura se tornará uma empresa com caixa bastante líquido em 2024. Dado seu foco na desalavancagem, esperamos que a Natura pague antecipadamente toda a sua dívida após a conclusão da transação, o que sugere um potencial positivo para o resultado final”, completou.

O Itaú BBA manteve a recomendação de compra para a ação da Natura (NTCO3) com um preço alvo de R$ 18 por ação até a reformularmos do modelo. Diante do fechamento de 3 de abril, a US$ 13,57, o preço-alvo pressupõe um potencial de valorização de 32%.

Às 11h10, o papel NTCO3 era negociado a R$ 14,25, em alta de 5% diante do fechamento de segunda-feira.

Leia a seguir

Leia a seguir