Bolsas da Ásia fecham mistas após decisão do Fed

Na China continental, empresas de tecnologia, incluindo fabricantes de chips, desenvolvedores de software e fabricantes de eletrônicos de consumo, estavam entre os papéis com melhor desempenho

Os principais índices acionários do continente asiático encerraram o dia seguindo caminhos mistos, com maior viés de alta, após o Federal Reserve (Fed, banco central americano) elevar sua taxa de juros em 0,25 ponto percentual (p.p.) na quarta-feira.

O índice Hang Seng, de Hong Kong, foi destaque, fechando em alta de 2,3%, a 2.0049,64 pontos, ampliando sua sequência de vitórias à medida que o sentimento do mercado melhorou em relação aos acontecimentos recentes, impulsionado pelos ganhos em ações de tecnologia.

Na China continental, o índice Xangai Camposto subiu 0,6%, para 3.286,65 pontos. Assim como em Hong Kong, empresas de tecnologia, incluindo fabricantes de chips, desenvolvedores de software e fabricantes de eletrônicos de consumo, estavam entre os papéis com melhor desempenho. O mercado pode sustentar essa alta recente por mais tempo, já que uma retração anterior melhorou o perfil de risco-recompensa das ações e desencadeou mais interesse de compra, disseram analistas.

Na bolsa de Seul, por sua vez, o índice Kospi subiu 0,3%, fechando em 2.424,48 pontos, revertendo as perdas iniciais, com os ganhos em materiais industriais e ações de companhias aéreas superando as perdas em ações financeiras e de internet.

Já na Bolsa de Tóquio, o índice Nikkei fechou em baixa, arrastado por quedas nas ações financeiras e eletrônicas, em meio a persistência das preocupações entre parte dos investidores sobre a saúde do setor bancário global, após o aumento da taxa de juros do Fed.

Leia a seguir

Leia a seguir