Bolsas da Ásia caem em dia de cautela antes de CPI dos EUA

Os novos números da inflação ao consumidor referentes a abril podem sinalizar os próximos passos do Federal Reserve (Fed)

As bolsas asiáticas fecharam em queda na sessão desta quarta-feira, acompanhando o pessimismo de Wall Street, à medida que a cautela predomina antes da divulgação dos números da inflação ao consumidor (CPI) dos Estados Unidos referentes a abril.

O índice Nikkei, da bolsa de Tóquio, teve queda 0,41%, a 29.122,18 pontos. Empresas do setor farmacêutico lideraram as perdas na bolsa japonesa, com Chugai Pharmaceutical (-1,11%) e Astellas Pharma Inc (-0,64%).

Já o Kospi, da bolsa de Seul, terminou a sessão com perda de 0,50%, a 2.496,51 pontos, pressionado por ações de energia e financeiras.

O mercado aguarda com grande expectativa pela CPI já que pode sinalizar os próximos passos do Federal Reserve (Fed). “A ansiedade está aumentando antes dos números de inflação nos EUA, e os mercados estão impacientes”, pontua o ING.

Para o ANZ, alguns bancos centrais asiáticos pausaram recentemente suas políticas de aperto devido aos riscos negativos para as perspectivas globais e aos sinais de arrefecimento da inflação doméstica.

“As expectativas de que o Fed esteja chegando ao fim de seu ciclo de aperto também levaram a entradas de portfólio na Ásia durante o mês”, destaca o ANZ.

Por fim, o Hang Seng, da bolsa de Hong Kong, recuou 0,50%, a 19.762,20 pontos. Enquanto isso, o Xangai Composto fechou em queda de 1,15%, a 3.319,15 pontos, com os ganhos das montadoras em destaque, como Great Wall Motor (+6,75%).