BofA mantém recomendação ‘neutra’ para Nubank (ROXO34), mas eleva preço-alvo a US$ 12,80

Apesar de também manter relativamente inalteradas suas projeções de lucro, analistas do banco apontam que o Nubank tem previsão de crescimento mais alta que outras companhias financeiras

O Bank of America (BofA) manteve sua recomendação “neutra” para o Nubank (ROXO34), mas elevou o preço-alvo de US$ 11,70 para US$ 12,80.

Apesar de também manter relativamente inalteradas suas projeções de lucro, os analistas apontam que o Nubank tem previsão de crescimento mais alta que outras companhias financeiras classificadas como de “alto crescimento”.

Assim, elevaram o múltiplo justo para o banco de 20 para 22 vezes o preço/lucro, o que acabou provocando a alteração no preço-alvo.

“Mantemos a nossa estimativa de lucro líquido para 2024 relativamente inalterada após os resultados do primeiro trimestre, em US$ 1,9 bilhão. Nossas estimativas refletem uma sólida geração de receitas, mas uma margem bruta relativamente estável de 44%, dado um aumento acentuado nas provisões para devedores duvidosos”, dizem os analistas.

Ainda assim, eles resolveram manter a recomendação “neutra” porque veem um potencial limitado da ganhos da ação do Nubank. O BofA lembra que o papel acumula alta de quase 40% este ano, enquanto o Ibovespa recua 20%, ou seja, “já preficicando um crescimento significativo do lucro adiante”.

Por volta das 14h30, o Nubank subia 0,04% na bolsa de Nova York, cotado a US$ 11,84. Isso lhe dava uma valorização de mercado de US$ 56,56 bilhões.

Com informações do Valor Econômico

Leia a seguir

Leia a seguir