Pro rata

Direto ao Ponto
Pro rata

Pro rata, ou pro-rata, é um termo usado no mundo da contabilidade, economia, direito e finanças que indica divisões iguais de um valor. A distribuição de dividendos entre acionistas é um exemplo de pro rata.

A distribuição de lucros de uma empresa, ou seja, o pagamento de dividendos, é feita pelo cálculo do pro rata, no qual se divide o valor apurado pelo número de ações.

O cálculo também é utilizado para pagamento de juros, os chamados juros pro rata. Todas as vezes em que você atrasa o pagamento de uma conta, ele entra em cena. Assim, uma dívida paga com 15 dias de atraso, terá seu valor reajustado com mais 15 vezes o juro de um dia.

Existem dois tipos de pro rata:

Temporis

É calculado baseado em tempo. Se você, por exemplo, usou um serviço por 20 dias e desistiu antes de fechar um mês, vai pagar apenas pelos 20 dias de uso.

Die

Este é mais usado para cálculo para pagamentos em atraso. Se você atrasou uma conta, os juros cobrados vão levar em consideração esses dias de pagamento atrasado.

Como o pro rata afeta suas finanças

Não é necessário recorrer a exemplos difíceis para entender como a pro rata se aplica na vida cotidiana. Imagine um casal que ganha salários iguais e divide as contas da casa. Digamos que uma das pessoas ganha um bônus e passa a receber mais. Por isso, o casal decide refazer o cálculo. Quem ganha mais passou a pagar 60% das despesas, a outra pessoa paga 40%. Esse é um exemplo de dividir as contas pro-rata.

Outro exemplo: imagina que você acabou de entrar na empresa. Você assinou o contrato no dia 25, e os salários caem no dia 30 de todo mês. O pro rata de pagamento desse primeiro mês será proporcional aos cinco dias de trabalho Você ganha R$ 3 mil reais para trabalhar os 30 dias do mês? Isso quer dizer que você ganha R$ 100 reais por dia. Então, nesse primeiro mês de firma, vão cair R$ 500 na conta, valor proporcional aos cinco dias trabalhados.

Glossário  Bolsa de Valores Ir para: Verbetes

Conheça os termos mais importantes para enriquecer a sua Inteligência Financeira

Direto ao Ponto
Ifix

O Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX) foi criado em 2012 pela B3 para mostrar o retorno médio dos fundos imobiliários.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Blue Chip

Blue chips (ou large caps) são empresas listadas na Bolsa de Valores e que têm valor de mercado acima de R$ 40 bilhões.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Oferta hostil

Também conhecida como aquisição hostil, a oferta hostil acontece quando uma empresa ou um grande investidor toma o controle de uma companhia listada em Bolsa, comprando suas ações.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Acionista

Acionista é o investidor pessoa física ou jurídica que tem uma ou mais ações – ou até frações - de uma empresa.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
B3

A B3, sigla para ‘Brasil, Bolsa e Balcão’, é a Bolsa de Valores do Brasil, que está sediada em São Paulo.…

Leia Mais Ir para:
Swiper Próximo
Swiper Anterior

Você também pode gostar 🔽

Valor Econômico Atualizado em 19.ago.2022 às 06h41
Megaleilão do Tesouro pressiona mercado

Emissão de R$ 16,7 bi em LTNs e NTN-Fs, concentrada em títulos mais longos, resultou em taxas mais altas no mercado de juros

Valor Econômico Atualizado em 19.ago.2022 às 06h40
Leilão de aeroportos arrecada R$ 2,72 bilhões em outorgas

Única interessada no bloco liderado por Congonhas, a espanhola Aena arrematou o lote com ágio de 231%. O certame também marcou a estreia da XP Asset no setor aeroportuário

Denyse Godoy Atualizado em 19.ago.2022 às 06h13
IF Hoje: Resultado da Pesquisa Datafolha alimenta preocupação dos investidores com risco fiscal

Mercado teme que presidente Jair Bolsonaro (PL), em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto para a eleição de 2022, lance mais benefícios sociais, ampliando os gastos do governo

Mário Mesquita Atualizado em 19.ago.2022 às 06h33
Opinião: A economia brasileira em 2022 e 2023

Dados fatores internos e externos, não é baixa a probabilidade de o PIB retroceder no ano que vem

Itaú Meu Negócio