Rali de Natal

Direto ao Ponto
Rali de Natal

É um fenômeno de alta no mercado acionário que, em geral, acontece nos últimos três meses do ano quando os investidores estão mais otimistas.

Há algumas razões para a tradicional alta do fim do ano, mas o principal fator parece ser o bom e velho espírito natalino, o otimismo das pessoas no fim de ano, que aparece não só nos investimentos, mas na vida, em geral. O último trimestre costuma ser bom para os mercados acionários em todo o mundo, então o rali de Natal também é conhecido como rali de fim de ano. Nos Estados Unidos, é chamado de Santa Claus Rally, ou, Rali de Papai Noel, em tradução livre.

Teorias sobre o rali de Natal

É importante deixar claro que o rali de Natal não passa de uma teoria, e não uma regra ou um movimento que tem explicação técnica. Portanto, há tentativas de explicar esse movimento. 

Um dos eventos que ajudam a explicar o movimento é o começo do ano fiscal nos Estados Unidos, que acontece em outubro. É a época em que os gestores de investimentos aproveitam para ir às compras e reorganizar as carteiras. 

Outro fator que contribui para o rali é o investimento de pessoas físicas. Elas ganham seus bônus de fim de ano e parte delas vai à Bolsa para investir. No Brasil, o 13º salário cumpre o papel do bônus, mais comum nos Estados Unidos. Soma-se a isto o fato de vários grandes investidores estarem descansando em dezembro. Quanto menor o volume, maior a tendência de volatilidade. Ainda há uma crença de que as pessoas físicas são mais otimistas que os investidores institucionais, e, já que o mercado está nas mãos dos investidores de varejo, a tendência de alta se acentua.

Glossário  Bolsa de Valores Ir para: Verbetes

Conheça os termos mais importantes para enriquecer a sua Inteligência Financeira

Direto ao Ponto
Ifix

O Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX) foi criado em 2012 pela B3 para mostrar o retorno médio dos fundos imobiliários.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Blue Chip

Blue chips (ou large caps) são empresas listadas na Bolsa de Valores e que têm valor de mercado acima de R$ 40 bilhões.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Oferta hostil

Também conhecida como aquisição hostil, a oferta hostil acontece quando uma empresa ou um grande investidor toma o controle de uma companhia listada em Bolsa, comprando suas ações.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Acionista

Acionista é o investidor pessoa física ou jurídica que tem uma ou mais ações – ou até frações - de uma empresa.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
B3

A B3, sigla para ‘Brasil, Bolsa e Balcão’, é a Bolsa de Valores do Brasil, que está sediada em São Paulo.…

Leia Mais Ir para:
Swiper Próximo
Swiper Anterior

Você também pode gostar 🔽

Redação IF Publicado em 15.ago.2022 às 11h57
Minério de ferro recua 4,1% no norte da China, para US$ 104,40 por tonelada

Os preços do minério de ferro iniciaram a semana em forte queda no mercado transoceânico, em meio à inesperada desaceleração da economia chinesa em julho. O país asiático é o maior consumidor da commodity no mundo. No norte da China, o minério com teor de 62% de ferro caiu 4,1%, para US$ 104,40 por tonelada, […]

Redação IF Publicado em 15.ago.2022 às 11h52
Cosan tem Ebitda no 2º tri acima do consenso, com melhores volumes em Raízen, diz Goldman Sachs

O Goldman Sachs tem recomendação neutro para as ações da Cosan, com preço-alvo de R$ 20,40, abaixo do valor de R$ 21,03 negociado no momento na B3

Valor Econômico Publicado em 15.ago.2022 às 11h39
No vermelho, Natura vai enxugar a holding

Se cortes tivessem sido feitos em 2021, as despesas corporativas poderiam ter caído 40%, diz CEO global

Itaú Meu Negócio