Letra de câmbio

Direto ao Ponto
Letra de câmbio

Letra de câmbio (LC) é um título de renda fixa, que pode ter rentabilidade pré, pós-fixada ou híbrida e é emitida por financeiras, que usam o dinheiro para emprestar para outros clientes.

A letra de câmbio é um ativo que segue a mesma lógica dos CDBs: você vira credor do emissor, que, neste caso, é uma financeira, não um banco. Em troca, você recebe seu dinheiro corrigido.

Por se tratar de um ativo classificado como renda fixa, as LCs podem ser uma alternativa para quem queira compor e diversificar uma carteira que já tenha CDB, LCA e Tesouro Direto, por exemplo.

Mas, se já existem os CDBs, qual é a vantagem da letra de câmbio? Simples: o retorno. Não raro, as financeiras oferecem rendimentos bastante atrativos para atrair investidores. Por serem instituições menores do que os bancos, as financeiras podem encontrar alguma desconfiança por parte dos investidores, daí a necessidade de oferecer taxas melhores.

O principal risco deste título é o de crédito, que acontece quando o devedor não paga a dívida. Neste caso, pode acontecer quando uma financeira quebra. De qualquer forma, a letra de câmbio é garantida pelo FGC, assim como outros ativos da renda fixa, como o próprio CDB e a LCA.

Letras de câmbio pré, pós-fixada ou híbrida

Segundo a B3, nossa Bolsa de Valores, a letra de câmbio pode ser emitida com remuneração pré, pós-fixada ou híbrida, sempre com rentabilidade diária. Vamos explicar cada uma das modalidades de pagamento das LCs:

Prefixadas

Nas prés, você conhece a rentabilidade do título assim que o adquire. Essa alternativa é boa quando os juros estão em queda. Assim, você já garante hoje um ganho maior no futuro.

Pós-fixadas

Já as pós-fixadas variam de acordo com o CDI e você só vai saber quanto vai apurar no vencimento do papel.

Híbridas

E temos ainda as LCs híbridas, que é a junção dos dois modelos anteriores, as prés e as pós-fixadas. Este modelo é bom para quem está com tempo e pode deixar o dinheiro aplicado no longo prazo, deseja manter o poder de compra e ter ganhos acima da inflação.

Leão e letra de câmbio

As letras de câmbio têm cobrança de Imposto de Renda sobre o rendimento, com tabela regressiva, como acontece com os CDBs e o Tesouro Direto. Então, seguem a seguinte estrutura de pagamento:

  • 22,5% sobre o rendimento, para até 6 meses de aplicação;
  • 20% sobre o rendimento, de 6 meses a 1 ano de aplicação;
  • 17,5% sobre o rendimento, para 1 ano a 2 anos de aplicação;
  • 15% sobre o rendimento, para investimentos acima de 2 anos.

E é bom que você saiba que resgates feitos antes de o investimento completar um mês pagam IOF (Imposto sobre Operações Financeiras). 

Glossário  Investimentos Ir para: Verbetes

Conheça os termos mais importantes para enriquecer a sua Inteligência Financeira

Direto ao Ponto
Ifix

O Índice de Fundos de Investimentos Imobiliários (IFIX) foi criado em 2012 pela B3 para mostrar o retorno médio dos fundos imobiliários.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
NFTs

NFTs (tokens não fungíveis) são certificados de propriedade de um ativo que não pode ser substituído nem compartilhado.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
LIG

LIG (Letra Imobiliária Garantida) é um ativo de renda fixa destinado a financiar o mercado habitacional. …

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Acionista

Acionista é o investidor pessoa física ou jurídica que tem uma ou mais ações – ou até frações - de uma empresa.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Alavancagem

Alavancagem é o empréstimo tomado por investidores e empresas que queiram movimentar um valor superior ao que se tem em conta.…

Leia Mais Ir para:
Swiper Próximo
Swiper Anterior

Você também pode gostar 🔽

Valor Econômico Atualizado em 19.ago.2022 às 06h41
Megaleilão do Tesouro pressiona mercado

Emissão de R$ 16,7 bi em LTNs e NTN-Fs, concentrada em títulos mais longos, resultou em taxas mais altas no mercado de juros

André Franco Atualizado em 19.ago.2022 às 06h34
Meme coins: vale a pena investir?

Nos ciclos de alta, é normal que ‘versões B’ de uma criptomoeda sejam criadas

Mário Mesquita Atualizado em 19.ago.2022 às 06h33
Opinião: A economia brasileira em 2022 e 2023

Dados fatores internos e externos, não é baixa a probabilidade de o PIB retroceder no ano que vem

Redação IF Publicado em 18.ago.2022 às 16h51
Juros futuros fecham em alta após megaleilão do Tesouro

Os juros futuros encerraram o pregão desta quinta-feira (18) em alta, na contramão dos rendimentos dos títulos do Tesouro americano

Anne Dias Atualizado em 18.ago.2022 às 17h52
Conheça a história de uma das mulheres mais importantes do mercado financeiro

Na estreia do Perfil IF, Roberta Anchieta fala com ternura como conquistou a diretoria de administração fiduciária do Itaú Unibanco

Itaú Meu Negócio