BNDES

Direto ao Ponto
BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) financia projetos que tenham caráter socioeconômico.

O BNDES é uma instituição estatal destinada à promoção econômica e social. Ou seja: ele empresta dinheiro, financia projetos ou fornece linhas de crédito a empresas ou empreendedores individuais, que tenham projetos que trarão resultados socioeconômicos. Além do BNDES, o Brasil possui outros cinco bancos de desenvolvimento: o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), Banco de Desenvolvimento Regional do Extremo Sul (BRDE), Banco da Amazônia (BASA) e Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

Quando foi criado o BNDES?

O BNDES foi criado em 1952 durante o segundo governo Vargas, como Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico (BNDE). O interesse naquela época estava concentrado em operações de infraestrutura e no desenvolvimento da industrialização. O banco passou por muitas transformações ao decorrer dos anos. A última grande mudança aconteceu em 1995, quando o BNDES passou a financiar atividades do setor cultural, como produção de filmes e a preservação do patrimônio artístico e cultural brasileiro.

Como funciona

O BNDES financia empreendimentos de expansão e inovação, mas não se trata de um simples empréstimo em dinheiro. Se o empresário pediu dinheiro para comprar maquinário, não poderá utilizá-lo em outra área.

Atualmente o BNDES financia:
• Investimentos para implantação, expansão, modernização e/ou recuperação de empreendimentos
• Produção ou aquisição de máquinas e equipamentos novos
• Bens novos, insumos, serviços, softwares
• Capital de giro
• Exportação de bens e serviços nacionais
• Aquisição de bens e serviços importados e despesas de internação, desde que haja comprovação de inexistência de similar nacional.

Mas o BNDES não financia:
• Comércio de armas de fogo;
• Motéis, saunas e termas;
• Jogos de apostas e assemelhados

Quais são as etapas para pedir um empréstimo no BNDES?

O processo funciona em 4 etapas:

  1. Habilitação: o banco analisa aspectos cadastrais do cliente, sua situação creditória e jurídica;
  2. Análise: a empresa passa por um exame mais profundo sobre o negócio, no qual se verificam a viabilidade econômica, garantias financeiras, objetivos e o impacto ambiental do projeto;
  3. Contratação: uma vez aprovado, o projeto recebe a verba;
  4. Acompanhamento: com o dinheiro na conta do cliente, o BNDES fiscaliza sua utilização e o cumprimento das exigências que estavam no acordo.

Colaborou Anne Dias

Glossário  Bancos Ir para: Verbetes

Conheça os termos mais importantes para enriquecer a sua Inteligência Financeira

Direto ao Ponto
Banco Central (BC)

Banco Central é a instituição responsável por gerir o sistema financeiro de um país, protegendo o poder de compra da moeda e a estabilidade da política econômica.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Pix

Pix é um meio de pagamento instantâneo, disponível a qualquer hora e dia. É gratuito para pessoas físicas, mas os bancos podem cobrar para que empresas usem o serviço. …

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
FED

Federal Reserve Bank (FED) é o Banco Central dos Estados Unidos e é o responsável pela política monetária daquele país.…

Leia Mais Ir para:
Direto ao Ponto
Fintech

Fintech é uma empresa que desenvolve produtos financeiros digitais.…

Leia Mais Ir para:
Swiper Próximo
Swiper Anterior

Você também pode gostar 🔽

Valor Econômico Atualizado em 19.ago.2022 às 06h41
Megaleilão do Tesouro pressiona mercado

Emissão de R$ 16,7 bi em LTNs e NTN-Fs, concentrada em títulos mais longos, resultou em taxas mais altas no mercado de juros

6 min
Redação IF Atualizado em 17.ago.2022 às 19h13
‘Lula ou Bolsonaro eleito tendem a beneficiar Bolsa, mas via ações diferentes’, diz Claudio Deulbrueck, da Solana Capital

Segundo o gestor de fundos, se o exterior não atrapalhar, o pós-eleições no Brasil tende a disparar um gatilho positivo para a Bolsa

4 min
Valor Econômico Publicado em 17.ago.2022 às 09h49
Itaú terá 80% das agências com energia renovável

Banco firmou parceria com Enel Brasil para desenvolvimento e construção de 46 usinas fotovoltaicas de geração distribuída

4 min
Itaú Meu Negócio