Executiva pede demissão de multinacional para empreender em Portugal

Flávia Bravo conta como foi a transição de carreira e o segredo para que tudo dê certo: planejamento

Executivos que trocam a segurança do trabalho em grandes empresas para atuar por conta própria e, assim, sentem maior bem-estar e felicidade com a independência e controle da carreira. É o caso da empreendedora Flávia Bravo, que foi empreender em Portugal.

Em entrevista para a Inteligência Financeira, Flávia Bravo fala sobre o “frio na barriga” que sentiu quando assumiu risco de sair de uma multinacional para empreender em Portugal. “Se você planeja e se organiza, fica mais fácil”, diz.

A executiva trabalhou por 14 anos em diferentes multinacionais na área de marketing e estratégia para bens de consumo e serviços. Era bem-sucedida no trabalho, mas se sentia insatisfeita.

Hoje, como autônoma e empreendedora, ela descobriu uma nova carreira com foco no empreendedorismo social em Lisboa. Assim, atualmente oferece mentoria para microempreendedoras, principalmente, para brasileiras muito bem qualificadas que chegam em Portugal.