Cinco lições para o bolso, de três especialistas em finanças, que podemos tirar da pandemia

Algumas são simples de por em prática, outras demandam estratégia. O importante é evoluir, mesmo com os solavancos financeiros

Cinco lições para o bolso, de três especialistas em finanças, que podemos tirar da pandemia
– Ilustração: Renata Miwa

Pontos-chave

  • Um dos erros do investidor é ser seduzido pela rentabilidade de um ativo
  • O brasileiro não está buscando apenas investir melhor, ele também quer ter educação financeira

Dizer que as crises trazem ensinamentos é clichê, mas faz muito sentido. A crise sanitária trazida pela pandemia de covid pela qual ainda estamos passando nos trouxe várias lições, principalmente para os investimentos. Por isto, a Inteligência Financeira pediu para que especialistas compartilhassem algumas lições que podemos tirar de todo esse cenário e que podem ser úteis para você e para seu bolso. Vamos a elas: 

Diversificação é o segredo da proteção

Quem dá a dica: Rafael Panonko, analista-chefe da Toro Investimentos

O investidor aprendeu que deve ter uma carteira diversificada e não alocar apenas em renda variável ou só na fixa. Às vezes nós, investidores, somos seduzidos pela rentabilidade e concentramos todo nosso dinheiro em ativos onde acreditamos que nos darão maior retorno. Mas em momentos de crise é uma carteira bem pulverizada que nos salva. O mercado financeiro está em tendência de baixa, mas o investidor que tem uma carteira diversificada tem uma rentabilidade mais constante. 

Educação deve estar no topo da lista de prioridades

Quem dá a dica: Felipe Lima, gestor na FL Asset

Quanto maior for o nível de instrução da pessoa, menor será o impacto que uma crise financeira terá em sua vida. Isso porque um investidor bem informado e com um bom nível de aprendizado consegue se reestruturar mais rapidamente. Estudos mostram que quem conseguiu trabalhar de casa durante a pandemia faz parte do grupo com maior instrução escolar. O investimento em educação é o que mais dá retorno a médio e a longo prazos, e o que gera maior capacidade de atravessar crises.

Conhecimento também gera lucro

Quem dá a dica: Rafael Panonko, analista-chefe da Toro Investimentos

O mercado de cursos se aqueceu muito, principalmente na área de investimentos. O brasileiro não está buscando apenas investir melhor; ele também quer ter mais educação financeira. Quando ele pensa em investir, ele já busca um conteúdo sobre aquele ativo, compra um curso e vira um investidor recorrente. É algo que está longe de ser regra no Brasil, mas a pandemia nos deu um bom começo. 

Reserva é essencial

Quem dá a dica: Henrique Castro, professor de finanças da FGV EESP (Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas)

Vimos a importância da reserva de emergência, que é a melhor maneira para você se preparar para outras crises. Esse dinheiro deve ser investido em ativos com baixo risco e boa liquidez para que você possa acessar o recurso sempre que precisar. 

Foco no longo prazo

Quem dá a dica: Henrique Castro, professor de finanças da FGV EESP (Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas)

Invista sempre com foco no longo prazo. Não se desespere com a perda de rentabilidade em algumas semanas. É preciso paciência para passar por uma crise e alcançar seus objetivos. Quem se desespera costuma vender qualquer tipo de ativo no pior momento e, assim, perde a chance de obter retorno na retomada dos preços.


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 15h36
Muitos investidores de criptomoedas não sabem o que estão comprando, diz dirigente do BoE

Jon Cunliffe, do banco central britânico, intensificou o pedido para que as autoridades regulem os criptoativos

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 14h22
Nubank: analistas veem resultados positivos, mas inadimplência gera cautela

Desde o IPO, em 8 de dezembro, quando foi precificado a US$ 9, o papel do banco digital acumula queda de 50,2%

Redação IF Publicado em 17.maio.2022 às 11h27
Ibovespa opera em alta e busca retomar marca de 110 mil pontos

Bolsa busca quinto dia de ganhos, em meio ao alívio no exterior

Valor Econômico Publicado em 17.maio.2022 às 07h47
Maior parte das ações na Bolsa acumula queda desde início de 2021

Das 100 ações do IBrX, 64 têm perda no período

Diogo Rodriguez Publicado em 16.maio.2022 às 17h04 Duração 1 min.
O que é investir? Basicamente, é emprestar dinheiro

A gente ouve falar muito em investimentos. Mas o que é investir? O que significa esse ato? Veja mais no Me Explica na IF

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 16h08
Por dentro de uma reunião dos devedores anônimos

Irmandade ajuda as pessoas a se livrarem do vício das compras

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 15h16
Estrangeiros já sacaram R$ 12,6 bilhões da Bolsa em maio

Movimento positivo no ano diminuiu para R$ 45,03 bilhões