Ler ou não ler o boletim Focus? Eis a questão

Você não precisa entender todo o levantamento semanal do Banco Central, mas existem bons dados para ficar de olho

– Ilustração: Marcelo Andreguetti/IF

Pontos-chave

  • O relatório, divulgado desde 2001, traz projeções para diversos indicadores, como PIB, inflação e taxa Selic
  • O levantamento pode funcionar como um norte na hora de investir. Os índices também impactam o preço dos alimentos, o reajuste do aluguel e outros fatores do dia a dia

Depois do descanso do final de semana, segunda-feira é dia de retomar as atividades. No mercado financeiro não é diferente. A manhã já começa com a divulgação do boletim Focus, às 8h30. Mas, afinal, o que é isso? Também chamado de relatório Focus, ele nada mais é do que um levantamento feito pelo Banco Central com projeções para diversos indicadores, como PIB, inflação e taxa Selic. Em outras palavras: ele nos dá uma pista sobre o rumo que a economia está tomando. 

Para isso, os pesquisadores recolhem todos os dias as projeções de diversas instituições financeiras, como bancos, consultorias e corretoras. No início da semana, o Focus divulga um compilado com a média dessas previsões. “O boletim Focus surgiu para trazer mais transparência e reunir dados que antes não eram formalizados e divulgados. Ele pode ser acessado por qualquer um”, explica Ricardo Humberto Rocha, professor de Finanças do Insper.  

O relatório, divulgado desde 2001, ainda traz a evolução e um histórico dessas projeções nas últimas semanas. Por um lado, o mercado consegue ter uma previsão do que está por vir. Por outro, o Banco Central usa essas informações coletadas para definir seus próprios passos e equilibrar a economia — atualizando, por exemplo, a taxa básica de juros nas reuniões do Copom. 

Por que você deve ficar de olho no Focus? 

O mercado financeiro e os investidores acompanham o boletim justamente para desenhar um possível cenário econômico. Para te ajudar a entender melhor, trouxemos um resumo do relatório divulgado no dia 27 de setembro de 2021. Nessa semana, essas eram as expectativas para o IPCA (índice oficial de inflação no país), PIB, câmbio e Selic (taxa básica de juros da economia) – e esses são os principais indicadores para você ficar de olho: 

“O relatório nos ajuda a antecipar um pouco do que pode acontecer na economia e orientar algumas decisões. Essas taxas e indicadores influenciam muitas coisas”, ressalta Paulo Azevedo, professor de Contabilidade e Finanças Empresariais no Ibmec SP. Simplificando: o preço dos alimentos, o reajuste do aluguel, o valor do empréstimo no banco e o aumento da gasolina são afetados por esses números.  

O que você tem a ver com isso? 

Paulo Azevedo, do Ibmec SP, explica que o relatório pode ser útil para você, já que o levantamento é um norte na hora de investir. “Se você quer aplicar em um investimento atrelado ao IPCA ou à Selic, por exemplo, consegue ter uma previsão do provável rendimento a partir dos números do Focus. Analisando o relatório, você consegue também entender se é ou não a melhor hora de pegar um empréstimo ou financiamento, já que tem uma ideia de como estarão os juros”, completa Azevedo. 

É importante lembrar que as informações divulgadas no Focus são projeções. Porém, acompanhar e identificar os principais dados do relatório pode te ajudar a tomar melhores decisões. Segundo Ricardo Humberto Rocha, do Insper, poucos ainda têm esse hábito. “É um exercício. Como investidor, é importante ter essas informações, mesmo que comece aos poucos”.  

Portanto, a partir de agora, você já pode olhar para o Focus com outros olhos. E as segundas-feiras nunca mais serão as mesmas.  


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 25.maio.2022 às 09h49
Guedes diz ser possível reajuste de 5% para servidores: ‘Mas esqueçam inflação anterior’

A proposta do governo de aumento do funcionalismo público tem sofrido resistências de diversas categorias

Redação IF Publicado em 25.maio.2022 às 08h55
Inflação: pequenas mudanças driblam a disparada dos preços

Com regras simples, você vai tomar as melhores decisões para o seu bolso

Redação IF Atualizado em 25.maio.2022 às 08h46
Redação IF Publicado em 25.maio.2022 às 07h48
Bolívia reduz envio de gás para o Brasil e custo pode subir

Produção boliviana tem sido direcionada para atender uma demanda maior da Argentina

Redação IF Publicado em 25.maio.2022 às 07h28
Bagagem despachada em voo: Bolsonaro deve decidir se confirma ou rejeita gratuidade

O governo argumenta que a proibição de cobrança fará com que as aéreas de baixo custo não venham para o Brasil

Valor Econômico Publicado em 24.maio.2022 às 16h31
Brasil preocupa mais por crescimento do que por eleição, em Davos, diz Mesquita, do Itaú

Em conversas no evento, economista-chefe do banco diz ter constatado que, num ambiente mundial complicado, o Brasil é visto como um país bem posicionado, como grande exportador de alimentos

Redação IF Atualizado em 24.maio.2022 às 18h02
Prévia da inflação de maio deve elevar projeções para a Selic, avaliam economistas

Analistas do mercado consideram que ciclo de aperto monetário pode se estender mais um pouco