IOF sobre moeda estrangeira será zerado até 2029 e benefício vai mexer com seu bolso já neste ano

Medida faz parte de acordo para adesão do Brasil à OCDE

Foto: Inteligência Financeira/Unsplash

Pontos-chave

  • O corte no imposto terá reduções graduais
  • Serão afetadas operações de curto prazo, cartões, cheques de viagem, compra de moeda estrangeira

As operações com moeda estrangeira terão o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) reduzido gradualmente até ser zerado em 2029, conforme informou o Ministério da Economia. O imposto começará a ser reduzido ainda este ano, para operações de entrada e saída de recursos estrangeiros de curto prazo, em até 180 dias.

Como isso afeta seu bolso?

O corte do imposto abrangerá quatro faixas de incidência do IOF cambial, com reduções graduais para cada faixa. O primeiro grupo envolverá as operações de curto prazo. O segundo abrangerá transações com cartões de crédito ou débito, cheques de viagem e cartões pré-pagos internacionais. O terceiro englobará operações de câmbio para compra de moeda estrangeira à vista no Brasil e para transferência de residentes no país para contas em seu nome no exterior. O quarto grupo, por fim, envolverá as demais operações de câmbio.

Por que o Brasil está reduzindo o IOF?

A medida foi exigida pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) para a entrada do Brasil ao grupo, que reúne as economias mais industrializadas do mundo. Nesta semana, a organização internacional formalizou o convite para o início do processo de adesão do país, abrindo caminho para um processo que durará anos.

As reduções de alíquotas do IOF serão estabelecidas por meio de decreto presidencial. A mudança é uma das obrigações a serem cumpridas pelo Brasil para adesão aos Códigos de Liberalização de Movimentação de Capitais e de Operações Invisíveis, instrumento exigido para os países que integram a OCDE.

Fim dos câmbios múltiplos

De acordo com a Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, a eliminação do IOF sobre transações com o exterior tem o objetivo de acabar com a prática de câmbios múltiplos, em que a taxa efetiva de câmbio varia conforme o tipo de operação. Essa multiplicidade, explicou a pasta, favorece determinados tipos de transação em detrimento de outros e discrimina agentes econômicos que desejam operar no país, sendo condenada tanto pela OCDE como pelo Fundo Monetário Internacional (FMI).

Segundo o Ministério da Economia, o Brasil está em estágio avançado de convergência com a OCDE, tendo aderido a 104 dos 251 instrumentos normativos do organismo internacional. O processo de adesão está mais acelerado que em outros países convidados a integrar o grupo ou que atuam como parceiros-chave, como Argentina (51 instrumentos), Romênia (53), Peru (45), Bulgária (32) e Croácia (28).

A adesão mais recente ocorreu ontem (27), quando o Brasil se comprometeu a adotar as recomendações da OCDE no tema “Crianças no ambiente digital”. Fundada em 1961, em Paris, a OCDE funciona como um organismo que avalia e recomenda práticas e políticas que promovam prosperidade, igualdade, oportunidade e bem-estar global. Com 38 países-membros, a organização reúne 61% do Produto Interno Bruto (PIB) mundial.

Com reportagem da Agência Brasil


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 18h00
Ibovespa tem sessão de alta liderada por Petrobras e sobe 0,29% na semana

Entre as baixas, se destacaram empresas do setor de minério de ferro devido à preocupação com a retomada da China

Papo de Finanças Atualizado em 02.jul.2022 às 08h21
Como as eleições interferem nos seus investimentos?

De alguma maneira, seu bolso será afetado pelas eleições do fim do ano. O que pode acontecer? Nina Silva explica

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 15h23
Track&Field anuncia programa de recompra de ações; conheça a estratégia

Muitos motivos levam uma empresa a realizar uma OPA, e você pode ganhar dinheiro com isso

Redação IF Atualizado em 01.jul.2022 às 18h17
União Europeia chega a acordo histórico para regular critpoativos. ‘É o fim do Velho Oeste digital’, diz parlamentar

NFT com preço fixo, como ingressos para eventos ou itens em games, não serão regulados. Provedores deverão divulgar impacto ambiental dos ativos digitais

Redação IF Atualizado em 01.jul.2022 às 15h13
Dólar dispara e supera R$ 5,33 com temores de recessão global no radar

Mercado também repercute aprovação de PEC que libera gasto bilionário às vésperas das eleições

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 10h21
Criptomoedas iniciam julho no vermelho com bitcoin abaixo de US$ 20 mil

Bitcoin teve sua pior perda trimestral em mais de uma década