Inflação chegou ao amor: brasileiros gastam mais no Dia dos Namorados

8 em cada 10 pessoas vão desembolsar até 70% a mais do que no ano passado

– Ilustração: Marcelo Andreguetti/IF

Pontos-chave

  • Maioria diz que será mais disciplinada na compra dos presentes deste ano

Se você é uma das pessoas que acompanha as promoções para conseguir comprar produtos com o melhor preço, não seria diferente na hora de escolher o presente de Dia dos Namorados. As expectativas dos brasileiros para esta celebração são altas, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Tiendeo com 250 respostas coletadas em maio.

Segundo o levantamento, 8 em cada 10 brasileiros (78%) planejam dar algo ao seu parceiro e poderiam gastar entre 36% e 70% a mais do que no ano passado, devido ao aumento dos preços e por consequência no preço dos presentes.

Ofertas não atraem os consumidores

Mas nem tudo são flores. Persuadir os consumidores não será tarefa fácil, pois a plataforma revela que 65% dos consumidores consideram as ofertas e promoções oferecidas pelos varejistas pouco atrativas. Entre os que não consideram as promoções tão boas, 50% dizem não oferecer economias significativas ou valor adicional, enquanto 15% esperariam que eles fossem mais inovadores. Os 35% restantes dizem que sempre tentam tirar proveito de tais promoções.

Em busca de presentes mais baratos

Em termos do impacto do aumento do preço nesta celebração, 60% dos entrevistados dizem que serão mais disciplinados na compra dos presentes este ano, mantendo um orçamento pré determinado. Cerca de 15% planejam procurar presentes mais baratos e para 10%, a escolha do presente perfeito estará sujeita às opções de financiamento que o estabelecimento pode oferecer, como meses sem juros ou comprar agora e pagar mais tarde.

Comemoração será em restaurante

Entre os presentes mais esperados para a ocasião, 40% dos brasileiros buscarão impressionar seu parceiro com um bom restaurante. Neste dia também há espaço para sedução, portanto 18% planejam mostrar seu lado sexy, presenteando com lingeries ou brinquedos eróticos.

Em terceiro lugar estão aqueles que irão se dedicar em agradar os sentidos de seu parceiro com um jantar romântico à luz de velas (15%). Perto, com 12% das preferências são escapadas de casais, uma opção de desconexão total para comemorar, agora que as restrições de viagem foram amenizadas

Presentes comuns e inusitados

Ainda segundo a pesquisa, 10% dos brasileiros darão flores, brinquedos e chocolates, e claro que também haverá espaço para risos e diversão, com 5% planejando surpreender com algo mais inusitado como, declarar seu amor no topo de uma montanha-russa, curtindo um show ou um bom filme no cinema.

O que não dar

A pesquisa é um bom termômetro para os presentes, pois o romantismo pode ser facilmente ofuscado com a escolha errada. De acordo com Tiendeo.com.br, quando perguntados sobre o pior presente que receberam no Dia dos Namorados, 47% dos entrevistados mostraram seu desdém por bugigangas como chaveiros, canecas e até sandálias de banho que só expõem a falta de importância de seu parceiro(a) com a data.

Nada de presentes para casa e itens vulgares

E se você achava que artigos para a casa, como eletrodomésticos para seu parceiro seriam uma boa opção, esqueça, pois 38% dos apaixonados odeiam receber tais presentes.

Por último, mas não menos importante, se você jurar que fotos “quentes” de si mesmo podem ser um presente sexy, pondo de lado o egocentrismo como 15% detestam presentes vulgares e sugestivos.

Preferência por compras em lojas físicas

Para cuidar de cada detalhe, 30% dos brasileiros irão diretamente à loja para comprar seu presente, 22% o farão comprando on-line. Outros 20% dos consumidores vão iniciar sua busca pelo presente ideal na internet e depois irão à loja para comprá-lo, enquanto 28% dos apaixonados ainda estão indecisos em relação à dinâmica para tratar o tema.

O consumidor não é fiel

Miguel Rojo, gerente da Tiendeo no Brasil enfatiza que a pesquisa mostra que a fidelidade do consumidor não está assegurada. “É necessário monitorar continuamente as ações tomadas e seus resultados, a fim de corrigi-los imediatamente, identificando novas oportunidades e permitindo oferecer uma melhor experiência e definir estratégias mais assertivas em datas-chave como estas”, finaliza Rojo.

Com conteúdo do site Valor Investe, um veículo Globo Notícias


Você também pode gostar
Manhã Inteligente Publicado em 30.jun.2022 às 12h06
PIB dos Estados Unidos, investimentos em debêntures, golpes financeiros

Isabella Carvalho e Ítalo Martinelli comentam esses e outros assuntos que podem afetar seu bolso nesta quinta (30)

Redação IF Publicado em 30.jun.2022 às 07h34
Câmara amplia teto do crédito consignado a 45% e autoriza desconto até em programa assistencial

Modalidade de empréstimo desconta imediatamente parte da renda da pessoa para quitar o financiamento

Listas IF Publicado em 29.jun.2022 às 17h13
Como evitar compras por impulso

O que fazer para não gastar sem controle e comprometer seu orçamento? Veja as dicas do Listas IF

Redação IF Atualizado em 02.jul.2022 às 14h44
Golpes financeiros: veja como os fraudadores agem e saiba como dribla-los

Até a filha da Xuxa foi vítima de criminosos; desconfie de ganhos fáceis