Empréstimos também devem ser declarados à Receita Federal

E isso inclui desde cheque especial até aquele dinheiro que você pegou emprestado de um amigo

– Ilustração: Renata Miwa

Pontos-chave

  • O valor devido deve ser superior a R$ 5 000
  • Inclua o total de pagamentos efetuados em 2021

É isso mesmo: aquela dívida que você contraiu e ainda está pagando tem que ser declarada ao Imposto de Renda 2022. A única condição é que o valor seja superior a R$ 5 000. E isso inclui desde a utilização de cheque especial até aquele dinheiro “emprestado” de um amigo ou parente, ok?

Como declarar empréstimos no Imposto de Renda

Vamos ao passo a passo:

  • Abra a aba “Dívidas e Ônus Reais”;
  • Clique em “Novo” e especifique o código da dívida. São eles:
    11 – Estabelecimento bancário comercial;
    12 – Sociedades de crédito, financiamento e investimento;
    13 – Outras pessoas jurídicas;
    14 – Pessoas físicas;
    15 – Empréstimos contraídos no exterior;
    16 – Outras dívidas e ônus reais.

Na “Discriminação”, você deve informar a natureza da dívida, nome e CPF ou CNPJ do credor. Depois, informe os saldos e os ônus reais em seu nome e no de seus dependentes, bem como o valor total de pagamentos efetuados em 2021.

Se a declaração for em conjunto, inclua a dívida do cônjuge

É importante prestar atenção porque, se a declaração for em conjunto ou se os bens e direitos comuns forem relacionados em sua declaração, é preciso incluir dívidas do cônjuge ou companheiro. Outro detalhe importante é que, se a declaração incluir rendimentos de dependentes, é preciso também informar suas dívidas e ônus reais.

Informações que não entram na aba Dívidas e Ônus Reais

Não devem ser informados na aba Dívida e Ônus reais valores iguais ou inferiores a R$ 5 000 em 31 de dezembro de 2021, financiamentos do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) (ou sujeitos às mesmas condições), bens adquiridos por consórcio e atividade rural.


Você também pode gostar
JOTA Atualizado em 21.maio.2022 às 07h47
Análise: Como mitigar os efeitos da inflação no seu bolso?

Correção dos rendimentos pela inflação os leva à faixa superior da tabela progressiva do IR

Valor Econômico Atualizado em 10.maio.2022 às 18h05
IR: restituição de quem deixou declaração para última hora poderá ser maior

Estratégia está sendo usada por contribuintes que apostam em alta no índice de correção dos valores que precisam ser repassados pela União

Redação IF Publicado em 14.abr.2022 às 12h30
Bolsa fecha parceria com fintech para facilitar declaração do Imposto de Renda

Sistema vai disponibilizar APIs para que fintechs e instituições financeiras ofereçam soluções para os investidores