Cinco dicas para pegar um empréstimo pagando menos

Com um planejamento bem definido, você aumenta as chances de conseguir taxas menores e não perder o controle das suas finanças

– Ilustração: Renata Miwa

Pontos-chave

  • A busca por empréstimos cresceu 14% em setembro em relação ao mesmo mês do ano passado
  • O primeiro passo é calcular exatamente o valor necessário
  • Você deve também fazer um planejamento, saber negociar e identificar possíveis golpes

Seja para quitar dívidas, passar por uma emergência ou realizar um sonho, muitas pessoas acabam recorrendo à ajuda financeira por meio de empréstimos. No mês de setembro, segundo o Indicador de Demanda do Consumidor por Crédito da Serasa Experian, a busca pelo recurso teve alta de 14,2% em comparação ao mesmo mês do ano passado. “No geral, as pessoas recorrem ao empréstimo quando acontece algo inesperado. Pode ser um acidente, uma emergência ou um descontrole financeiro”, ressalta Eliane Deliberali, planejadora financeira CFP pela Planejar. 

A realidade é que, independentemente da situação, pedir um empréstimo tem um custo — no caso, os juros — e para evitar que tudo saia do controle é fundamental se planejar, identificar a opção mais vantajosa e se informar antes de buscar uma instituição financeira. Separamos cinco dicas para te ajudar a pegar um empréstimo pagando menos:

1. Calcule o quanto vai precisar

O primeiro passo é entender sua situação, fazer os cálculos e saber exatamente o quanto você vai precisar. “Muitas pessoas acabam aproveitando o momento para pedir mais dinheiro e esquecem que quanto maior o valor do empréstimo, maior serão os juros e também as chances de não quitar o compromisso”, ressalta Eliane. 

2. Faça um planejamento

Pegar um empréstimo requer planejamento financeiro. Simule o valor das parcelas, entenda o melhor tipo de empréstimo para a sua situação, as taxas de juros e o quanto ele te custará no total. Faça algumas simulações e compare os valores. A partir disso, escolha a melhor opção e trace um plano de como pagará pelo empréstimo, incluindo as parcelas no seu orçamento e traçando metas. “Quanto mais organizado você estiver, menos tempo vai levar para sair dessa situação”, explica Eliane. 

3. Negocie

Com um planejamento em mãos, você pode mostrar para a instituição que está se organizando para pegar o empréstimo. Dessa forma, consegue negociar taxas menores. “Você precisa deixar claro que tem consciência de que está tomando um empréstimo e de todas as taxas envolvidas. Isso te ajuda até mesmo a passar pela avaliação inicial da instituição. São argumentos que trazem mais confiança”, explica Eliane.

4. Saiba identificar golpes

De acordo com a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), houve um aumento de 60% nas fraudes financeiras durante o período de isolamento da Covid-19, e o golpe do empréstimo consignado está entre as principais. Busque instituições regulamentadas e desconfie de condições muito vantajosas. Saiba identificar os sinais de riscos e nunca passe informações financeiras por telefone ou mensagens de texto.

5. Adapte seus hábitos de consumo

Pegar um empréstimo significa adaptar hábitos de consumo, enxugar o orçamento e ter disciplina para honrar o compromisso. Você precisa ajustar seus gastos para receber as parcelas com uma certa tranquilidade. Isso inclui organizar as finanças, ver o que é possível ajustar e suspender por um tempo alguns gastos supérfluos e não essenciais.


Você também pode gostar
Henrique Silva Publicado em 20.maio.2022 às 16h51
Dinheiro deve ser assunto logo no primeiro encontro?

Caso da jornalista que recebeu planilha de gastos do "date" tem muito a ensinar

JOTA Atualizado em 21.maio.2022 às 07h47
Análise: Como mitigar os efeitos da inflação no seu bolso?

Correção dos rendimentos pela inflação os leva à faixa superior da tabela progressiva do IR

Redação IF Publicado em 20.maio.2022 às 09h28
Rio ou São Paulo: onde o aluguel é mais barato?

Se for para investir, cuidado. Até a poupança tem rentabilidade melhor do que a locação

Gustavo Zanfer Atualizado em 21.maio.2022 às 07h43
Como montar uma carteira de longo prazo?

É difícil, mas é importante ter uma estratégia financeira para daqui a alguns anos

Listas IF Atualizado em 18.maio.2022 às 17h29 Duração 1 min.
Pense bem antes de gastar no cartão de crédito

O que você pode fazer para gastar com sabedoria (e sem afobação)? Maju Marques dá quatro dicas para cuidar do seu dinheiro

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 16h08
Por dentro de uma reunião dos devedores anônimos

Irmandade ajuda as pessoas a se livrarem do vício das compras