Já pensou em ser sócio de empresas globais? Lista mostra os BDRs mais procurados pelos gestores

O destaque é um ETF americano composto por empresas com boas práticas ambientais, sociais e de governança

BDRs para comprar em Wall Street
– Ilustração: Marcelo Andreguetti/IF

Pontos-chave

  • Os 20 BDRs mais comprados pelas gestoras somam R$ 9 bilhões
  • Grandes fortunas estão cada vez mais investindo em empresas focadas na sustentabilidade

Faz pouco mais de um ano que os investidores com menos de R$ 1 milhão em aplicações financeiras puderam comprar pela primeira vez os BDRs, que são recibos de ações estrangeiras negociados na B3. Ainda que os fundos de investimentos e os grandes investidores já tinham acesso a esse mercado, a entrada das pessoas físicas trouxe uma disparada no número de opções.

Em novembro do ano passado, os 20 BDRs mais comprados pelas gestoras somavam R$ 9 bilhões, de acordo com levantamento feito pela Quantum Finance, empresa especializada em informações sobre o mercado financeiro. Considerando todos os BDRs disponíveis (373 papéis), o investimento das gestoras no penúltimo mês do ano estava em R$ 15 bilhões.

A surpresa do levantamento fica por conta do BDR que mais atraiu dinheiro no mês: Ishares Trust Ishares ESG Aware MSCI USA ETF, um ETF americano que replica a carteira do índice MSCI USA Extended ESG Focus, composto por empresas norte-americanas que possuem boas práticas ambientais, sociais e de governança (ESG).

Veja abaixo os BDRs mais comprados pelos gestores:

Segundo os analistas de investimentos, o interesse dos gestores pode ser justificado pela forte presença do termo ESG na mídia e do crescente interesse de grandes fortunas para aplicar recursos em empresas que tenham preocupação com questões ligadas à sustentabilidade.

Além disso, estão presentes na lista as grandes empresas de tecnologia, como Google, através da Alphabet, Meta (ex-Facebook), Amazon e Apple. Como os investidores têm familiaridade com essas marcas, dizem os analistas, eles entendem os modelos de negócios exímios.

Outros dois destaques são a fabricante de carros elétricos Tesla, que apesar de gerar pouco caixa ainda é uma empresa que está sempre na mídia. A outra é a Nvidia, fabricante de chips e placas de vídeo, produtos com alta demanda.

Com reportagem do Valor Investe


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 27.jun.2022 às 10h46
Ibovespa começa semana em alta acompanhando pares globais

Investidores monitoram de perto os riscos fiscais e políticos

2 min
Redação IF Publicado em 27.jun.2022 às 08h44
IF Hoje: Indicadores da atividade econômica nos EUA são destaque

No Brasil, atenções estão no risco fiscal e na mudança de gestão na Petrobras

2 min
Redação IF Publicado em 27.jun.2022 às 08h26
Dólar deve permanecer pressionado no exterior com melhor desempenho de mercado global de ações

O dólar inicia a semana mais fraco no mercado internacional, de olho nos proximos movimentos do banco central dos EUA

4 min
Valor Econômico Publicado em 27.jun.2022 às 07h48
Risco-Brasil aumenta e ativos locais têm piora com discussão fiscal

Medidas em debate para mitigar alta dos combustíveis geram desconfiança entre investidores

8 min
Redação IF Publicado em 27.jun.2022 às 07h37
‘Teremos petróleo elevado dois ou três anos’ , afirma CEO da 3R Petroleum

Executivo vê cotação do barril alta por mais tempo, o que favorece produção, mas diz que a saída não é ‘mudar arcabouços legais por razões transitórias’

9 min