Fundos investem bilhões em BDRs. O que você deve fazer?

Com o aumento da oferta, a procura também cresceu; papéis de tecnologia são os queridinhos do mercado

Pontos-chave

  • De cada dez ações de empresas estrangeiras mais negociadas no Brasil, sete são de tecnologia
  • Aposta no setor lá fora acontece por falta de opções no Brasil, mas tem seus riscos

Desde que os BDRs foram abertos para qualquer investidor (antes, eram restritos àqueles que tinham mais de R$ 1 milhão em investimentos), esses papéis ganharam muita relevância. A oferta aumentou e a procura também. O resultado disso foi um aumento da procura de fundos de investimento por esses papéis. 

A Quantum Finance, empresa que fornece dados e ferramentas para o mercado financeiro, analisou os 510 BDRs disponíveis atualmente no mercado e levantou os dez mais procurados por fundos brasileiros. O top 10 está recheado de empresas de tecnologia, com o mercado colocando mais de R$ 1 bilhão em quatro papéis apenas desse setor. 

Fonte: Quantum Finance

Por que tanta tecnologia? 

Sete das dez ações estrangeiras mais procuradas por fundos brasileiros são do setor de tecnologia. Para Alberto Amparo, analista da Suno Research, a procura pelo setor lá fora acontece porque o Brasil não oferece tantas opções de empresas de tecnologia. 

Outro fator que explica a preferência pelas big techs norte-americanas é a consolidação dessas empresas. “Nos Estados Unidos você encontra mais empresas com o modelo de negócio já comprovadamente rentável, com vantagens competitivas em diversos nichos”, explica Amparo. Essa maturidade do mercado norte-americano é o que mais atrai os fundos brasileiros. 

A festa, porém, não acontece sem ameaças. As empresas de tecnologia são beneficiadas por taxas de juros baixas nos Estados Unidos, fator que atrai mais investidores e joga o valuation dessas companhias nas alturas. “Se os juros sobem, com escassez de liquidez, essas empresas terão um choque no preço”, segundo Alberto Amparo. Se essa fuga do setor de tecnologia acontecer, a tendência é que investidores procurem setores mais consolidados, com empresas que geram lucro há muito tempo, algo difícil de encontrar em tecnologia. 

Você deve seguir os fundos?

A estratégia dos fundos não precisa, necessariamente, estar na sua carteira. O investidor de varejo está procurando cada vez mais as empresas de tecnologia porque elas fazem parte, de alguma forma, de suas vidas. Os papéis de Meta (Facebook), Apple, Amazon, Netflix e Google (Alphabet), grupo apelidado de FAANG, estão entre os preferidos dos fundos e pessoas físicas.

Porém, Alberto Amparo faz um alerta: “Tem muito investidor olhando para o retrovisor (o que aconteceu no passado) e não para o para-brisa (o que vai acontecer no futuro)”. Aqui, entra o velho lembrete: rentabilidade passada não é garantia de retorno futuro. Os preços dessas ações estão caros, com múltiplos alavancados. “Quando você compra uma ação, quer pagar o mais barato possível pelo ativo”, lembra Amparo. Pense nisso na hora de investir nas empresas estrangeiras de tecnologia.


Você também pode gostar

Redação IF

Publicado em 26.jan.2022 às 10h11

Quais fundos e ações os ricos mais compraram em 2021?

As empresas mais negociadas foram Vale, Banco do Brasil e B3

5 min

Redação IF

Atualizado em 26.jan.2022 às 09h26

CVM suspende corretoras; saiba como escolher empresas idôneas

Sete empresas não tinham autorização para estar no mercado: Raw Trading, International Capital Markets Pty, IC Markets (EU), Markets, KOI Global LLC, Ventura Group e Orotrader

3 min

Redação IF

Publicado em 26.jan.2022 às 08h58

Nubank é ultrapassado pelo Bradesco, depois de perder posto de maior banco latino para Itaú

Valor de mercado da fintech no fim do pregão desta terça era de US$ 33,46 bi, atrás do "bancão", com US$ 34,32 bi

1 min

Valor Econômico

Publicado em 26.jan.2022 às 08h18

Estrangeiro já pôs R$ 20 bilhões na Bolsa em 2022

Com ajuda de cenário externo, fluxo está positivo no ano

9 min

Lucas Andrade

Atualizado em 26.jan.2022 às 07h55

Como a tensão entre Rússia e Ucrânia pode afetar a economia e os investimentos

A deflagração de um confronto militar entre os dois países pode piorar principalmente o cenário para a inflação na Europa

3 min

Redação IF

Atualizado em 26.jan.2022 às 08h00

Afinal, o que dizem os especialistas sobre a Bolsa? Você deve comprar ações ou esperar mais um pouco?

O Ibovespa deve subir, mas com fortes emoções; veja o que levar em consideração

8 min

Valor Econômico

Atualizado em 25.jan.2022 às 12h04

Grandes companhias começam a testar o metaverso no varejo on-line

Jogos eletrônicos são a porta de entrada para um novo ambiente virtual de negócios

7 min

Valor Econômico

Atualizado em 25.jan.2022 às 08h08

Meta, dona do Facebook, monta supercomputador de inteligência artificial mais rápido do mundo

O supercomputador será utilizado para treinar inteligência artificial em processamento de linguagem natural e visão computacional para projetos

1 min

Mais lidas hoje

  1. Redação IF

    Redação IF

    Atualizado em 26.jan.2022 às 11h26
    Ferramenta lançada pelo Banco Central permite saber se você tem dinheiro a receber dos bancos

    Segundo o BC, há ao menos R$ 8 bilhões parados nas instituições financeiras – conheça o passo a passo para fazer a consulta e saber se você é credor

  2. Redação IF

    Redação IF

    Atualizado em 22.jan.2022 às 12h01
    Neymar compra NFTs por R$ 6 milhões; saiba como funciona esse investimento

    Craque passa a fazer parte de um clube restrito a bilionários, que têm direito a festas particulares

  3. Valor Econômico

    Valor Econômico

    Publicado em 24.jan.2022 às 08h37
    Cade dá aval para Joesley e Wesley Batista assumirem controle da J&F Participações

    A J&F é a controladora do Banco Original do Agronegócio e do Banco Original

  4. Valor Econômico

    Valor Econômico

    Atualizado em 07.jan.2022 às 08h27
    Conheça os fundos de investimento que lucram milhões com shows de artistas adorados pelo público

    Saiba quem são os gestores (e como são remunerados) por trás de nomes como Gusttavo Lima, Seu Jorge, Alexandre Pires, Maurício Manieri e Daniel