Qual a diferença entre criptoativos e criptomoedas?

Ambos são termos novos que ainda geram muita confusão

Diferença entre criptoativos e criptomoedas
– Ilustração: Renata Miwa

Pontos-chave

  • Criptomoedas são um tipo de criptoativo
  • Desde 2019, a Receita Federal obriga os investidores a declarar operações com criptoativos

O mercado de criptoativos é muito novo, por isso ainda é comum ver as pessoas errando os termos usados para definir os instrumentos que fazem parte desse universo. Se você é um investidor iniciante ou quer entrar nesse mercado, conhecer as terminologias é importante para entender como o mercado funciona. Já falamos nesta matéria sobre a diferença entre criptomoedas e tokens, agora vamos explicar as diferenças entre os termos criptoativo e criptomoeda. 

Criptoativos

Este é o termo mais genérico do mercado. Os criptoativos englobam “tudo o que é construido com a tecnologia de criptografia e blockchain”, explica Ney Pimenta, fundador e CEO da BitPreço. 

Tokens, criptomoedas, NFTs e stablecoins são tipos de criptoativos. Então, é como pensar em carros: todos eles são meios de transporte, mas nem todo meio de transporte é um carro.

Desde 2019, a Receita Federal obriga os investidores a declarar operações com criptoativos. Pessoas físicas e jurídicas têm essa obrigação. Todas as operações precisam ser declaradas até o último dia útil do mês seguinte. 

Criptomoedas

As criptomoedas são, portanto, um tipo de criptoativo. Elas podem ser usados para pagamentos, investimentos e transações financeiras. Todas as movimentações desse tipo de ativo acontecem exclusivamente online.

Para ficar claro quais ativos são criptomoedas, listamos abaixo as 10 maiores moedas digitais em valor de mercado:

Valores coletados no dia 28/abr às 16h30

O que você precisa saber antes de investir em criptomoedas

As criptomoedas são registradas em blockchain, um sistema que garante que os dados armazenados não serão alterados ou excluídos. Cada transação é gravada no blockchain em que a cripto foi desenvolvida. 

Antes de investir em uma criptomoeda, é preciso se perguntar a qual propósito o ativo serve, quem são seus desenvolvedores e se a cripto está sendo aceita pelos investidores. Veja mais sobre os critérios de seleção de uma criptomoeda nesta matéria


Você também pode gostar
Valor Econômico Publicado em 17.maio.2022 às 07h47
Maior parte das ações na Bolsa acumula queda desde início de 2021

Das 100 ações do IBrX, 64 têm perda no período

Diogo Rodriguez Publicado em 16.maio.2022 às 17h04 Duração 1 min.
O que é investir? Basicamente, é emprestar dinheiro

A gente ouve falar muito em investimentos. Mas o que é investir? O que significa esse ato? Veja mais no Me Explica na IF

Redação IF Publicado em 16.maio.2022 às 15h16
Estrangeiros já sacaram R$ 12,6 bilhões da Bolsa em maio

Movimento positivo no ano diminuiu para R$ 45,03 bilhões

Manhã Inteligente Publicado em 16.maio.2022 às 10h50
Greve no Banco Central, dados econômicos de Brasil e EUA, novo índice agro na B3

Isabela Carvalho e Victor Vietti comentam esses e outros assuntos que podem afetar seus investimentos