Mercado de criptomoedas encolhe US$ 200 bilhões em 24 horas e apaga ganhos de 2021

Ether, segunda maior moeda digital, não valia menos de US$ 2 mil há 10 meses

O bitcoin vai subir?

Pontos-chave

  • A mais popular das moedas digitais é negociada abaixo da casa de US$ 27 mil
  • Mercado cripto vive operação para “salvar” a stablecoin UST
  • Colapso da ‘stablecoin’ TerraUSD aumenta preocupações com o segmento

Uma venda maciça de criptomoedas varreu mais de US$ 200 bilhões do mercado em apenas 24 horas, de acordo com estimativas do site de rastreamento de preços CoinMarketCap. A forte queda no sistema dos criptoativos, provocada pelo colapso da ‘stablecoin’ TerraUSD, atingiu com força os principais tokens.

Se ao longo da semana os investidores acompanharam o bitcoin ir ladeira a baixo, nesta quinta-feira (12) viram a mais popular criptomoeda apagar todos os ganhos registrados ao longo de 2021, sendo negociada abaixo da casa dos US$ 27 mil. Os sinais de que isso estava próximo de acontecer pela primeira vez em mais de 16 meses foram dados de maneira mais clara na quarta-feira (11), com o mercado cripto vivendo um derrame de bitcoins em operação para “salvar” a stablecoin UST, da blockchain Terra.

Preço do bitcoin em queda

O preço do bitcoin caiu para US$ 26.595,52 no início da madrugada, de acordo com dados da Bitstamp. Isso marca a primeira vez que o bitcoin caiu abaixo do nível de US$ 27 mil desde 30 de dezembro de 2020. A partir de 1h30, o bitcoin estava sendo negociado a US$ 27.061, uma queda de 15% nas últimas 24 horas. Por volta das 7h25, as perdas estavam acumuladas em 2%, e a cripto sendo negociada a US$ 28,830.67.

Outros criptoativos também em queda

As perdas também vêm sendo registradas em outros criptoativos. O ether, a segunda maior moeda digital, chegou a US$ 1.789 por moeda. É a primeira vez que o token cai abaixo da marca de US$ 2 mil desde julho de 2021, conforme informações do site americano CNBC.

No radar dos investidores, que já estavam cautelosos em meio aos temores sobre o aumento da inflação nos Estados Unidos, entrou também a queda no valor do tether, a maior stablecoin do mundo. O token caiu abaixo de 99 centavos. Economistas ouvidos pela CNBC afirmam que há muito temem que o tether possa não ter a quantidade necessária de reservas para reforçar sua atrelagem ao dólar no caso de saques em massa.

O que são stablecoins?

Stablecoins são como as contas bancárias do mundo criptográfico. Os investidores em moeda digital costumam recorrer a eles em busca de segurança em tempos de volatilidade nos mercados.

A preocupação em torno das implicações das stablecoins para o bitcoin se acentuaram desde que a TerraUSD, ou UST, que deveria espelhar o valor do dólar, caiu para menos de 30 centavos na quarta-feira, abalando a confiança dos investidores no chamado espaço financeiro descentralizado. Na manhã de hoje, a moeda digital estava sendo negociada a cerca de 62 centavos, ainda bem abaixo do patamar pretendido de US$ 1.

Luna, outro token da Terra que tem um preço flutuante e destina-se a absorver os choques de preços do UST, apagou 97% de seu valor em 24 horas e valia apenas 30 centavos – ainda menos do que o UST.

Com conteúdo do site Valor Investe, um veículo Globo Notícias


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 25.maio.2022 às 10h10
Ibovespa tem tendência de queda com inflação e Petrobras se mantendo no radar

Investidores aguardam a divulgação da ata da última reunião do Fed

3 min
Redação IF Publicado em 25.maio.2022 às 09h54
Dólar sobe acompanhando exterior e juros futuros estendem alta da véspera

Divisa americana ganhava força no pregão desta quarta ante moedas de países emergentes

3 min
Redação IF Publicado em 25.maio.2022 às 08h55
Inflação: pequenas mudanças driblam a disparada dos preços

Com regras simples, você vai tomar as melhores decisões para o seu bolso

4 min
Glossário IF Publicado em 24.maio.2022 às 17h24
B3: como surgiu, qual é sua história, o que ela faz?

A Bolsa de Valores brasileira é uma das dez maiores do mundo e a maior da América Latina. Saiba mais no Glossário IF

Redação IF Atualizado em 25.maio.2022 às 08h00
Nubank renova mínimas históricas e já vale menos que o BTG. Efeito colateral do fim do lock-up?

Valor de mercado do Nubank corresponde a menos de um terço do Itaú, que vale US$ 48,8 bilhões; no IPO em dezembro, o Nubank estreou com valor de US$ 41,5 bilhões

2 min
Redação IF Publicado em 24.maio.2022 às 11h20
Dólar inverte sinal e passa a cair abaixo de R$ 4,80

Moeda americana era negociada a R$ 4,78 na mínima do dia

2 min
Manhã Inteligente Publicado em 24.maio.2022 às 11h19
Troca na Petrobras, queda do dólar, imposto para criptos

Isabella Carvalho e Caio Camargo comentam os assuntos que podem afetar seus investimentos nesta terça (24)

Redação IF Publicado em 24.maio.2022 às 10h23
Presidente do Bradesco diz que inflação deve começar a ficar ‘mais controlada’ a partir de 2023

Octavio de Lazari Junior acredita também que a taxa de juros 'só poderá ser reduzida no ano que vem'

2 min