Nas profundezas da análise técnica: o que foi o ‘Turtle Experiment’?

A ideia era multiplicar de forma acelerada o número de bons traders no mercado

O que o investidor Pessoa Física pode fazer para potencializar os ganhos na Renda Fixa e na Renda Variável?
– Ilustração: Marcelo Andreguetti

Richard Dennis e William Eckhardt, dois dos maiores traders da História, realizaram o Experimento da Tartaruga, com diversas regras e premissas, para mostrar que qualquer pessoa poderia virar um trader e lucrar por meio dessa profissão. Usando seu próprio dinheiro e negociando com novatos, como foi o experimento?

Em 1983, Dennis já era reconhecido no mundo como um grande investidor da Bolsa de Valores dos Estados Unidos. É um daqueles casos raros de quem se arriscou muito e conseguiu acumular muito dinheiro. Sua quantia inicial, de cerca de US$ 5.000, foi elevada para mais de US$ 100 milhões.

Eckhardt e Dennis falavam muito sobre o sucesso como investidores. Enquanto Dennis acreditava que o investimento nas Bolsas poderia ser democrático, Eckhardt acreditava que se tratava de dom.

Para resolver esse impasse, Dennis resolveu criar o “Turtle Experiment”. A ideia era montar uma espécie de clube de entusiastas e investidores dispostos a aprender os macetes e as estratégias que levaram o experiente negociador ao topo.

O treinamento, que foi divulgado na época no The Wall Street Journal, duraria duas semanas e poderia ser repetido várias vezes para quem quisesse. Ele chamou seus alunos de “tartarugas” depois de relembrar das visitas  às fazendas de criação desse tipo de animal em Cingapura. Mas por quê? Eram investidores mais “lentos” como as tartarugas por assim dizer?

Não! Pelo contrário. A criação e reprodução das tartarugas era tão rápida que o paralelo de Dennis era justamente esse: multiplicar de forma acelerada o número de bons traders no mercado.

Os mandamentos das tartarugas

Dennis estipulou alguns mandamentos que norteavam seu trabalho como investidor. Veja alguns deles:

  • Observe os preços em vez de se basear na opinião dos outros.
  • Aprenda a estabelecer limites tanto nas compras quanto nas vendas de acordo com o seu apetite ao risco. E tenha mais claro em que situações você buscará os lucros ou redução das perdas.
  • Assuma posições maiores em mercados menos voláteis e diminua exposição aos mercados mais voláteis.
  • Nunca arrisque mais de 2% de sua conta em uma única negociação.
  • Se você deseja obter grandes retornos, precisa se sentir confortável com grandes perdas.

A história sobre como pessoas comuns, que nunca haviam investido dessa forma, conseguiram ter algum sucesso não necessariamente reflete a facilidade com que Richard Dennis pregava. Mas não deixa de ser mais um capítulo curioso da história do mercado financeiro. Lembre-se: antes de investir, verifique seu perfil de investidor e evite grandes aventuras no curto prazo, caso seu apetite ao risco não seja compatível.

*Texto escrito por Leonardo Pinto, jornalista, e Fabio Perina, estrategista de ações do Itaú BBA. Artigo originalmente publicado no feed de notícias do íon Itaú. Para ler este e outros conteúdos, acesse ou baixe o app agora mesmo.

A Inteligência Financeira é um canal jornalístico e este conteúdo não deve ser interpretado como uma recomendação de compra ou venda de investimentos. Antes de investir, verifique seu perfil de investidor, seus objetivos e mantenha-se sempre bem informado.

Investir em quê? Encontre e compare investimentos de todo o mercado

Parceiro da Inteligência Financeira, o Investir em Quê? é sua fonte confiável para buscar onde investir com isenção, transparência e sem complicação


Você também pode gostar
Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 18h00
Ibovespa tem sessão de alta liderada por Petrobras e sobe 0,29% na semana

Entre as baixas, se destacaram empresas do setor de minério de ferro devido à preocupação com a retomada da China

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 17h45
Juros futuros fecham em queda, em linha com taxas dos títulos públicos globais

Medo de recessão nos EUA pesou mais do que riscos fiscais no Brasil

Papo de Finanças Atualizado em 02.jul.2022 às 08h21
Como as eleições interferem nos seus investimentos?

De alguma maneira, seu bolso será afetado pelas eleições do fim do ano. O que pode acontecer? Nina Silva explica

JOTA Publicado em 01.jul.2022 às 16h58
Semana política: PEC “vale-tudo” une governo e oposição por votos

Enquanto isso, em campanha, Lula acena a empresários e ao mercado, diz Fábio Zambeli, do JOTA

Redação IF Publicado em 01.jul.2022 às 15h23
Track&Field anuncia programa de recompra de ações; conheça a estratégia

Muitos motivos levam uma empresa a realizar uma OPA, e você pode ganhar dinheiro com isso

Valor Econômico Publicado em 01.jul.2022 às 11h39
Análise: PEC dos Combustíveis dificulta o trabalho do Banco Central para baixar a inflação

O assunto novo levantado pelo Copom em junho é o risco de as medidas colocarem o pé no acelerador da economia, num momento em que a política monetária pisa no freio

JOTA Publicado em 01.jul.2022 às 11h35
Análise: De olho no voto útil, Lula retoma pontes com empresários e empodera “guru” econômico

Ex-presidente, antes refratário a assumir compromissos na campanha, antecipa série de conversas com o PIB, diz Fábio Zambeli, do JOTA