Disciplina na educação financeira

Disciplina na educação financeira (Educação Financeira 15) Muitos pais não entendem porque seus filhos adolescentes não os respeitam e exigem que todos os seus desejos sejam atendidos. Em geral, se os pais não estabelecem disciplina quanto são pequenos, dificilmente conseguirão na adolescência. É na infância que se imprimem as principais características da personalidade e do […]

Continue lendo →

O exemplo dos pais

O exemplo dos pais (Educação Financeira 14) Há um ditado popular: as palavras convencem e os exemplos arrastam. Os filhos se espelham em seus pais e por isso é importante que os pais se tornem os primeiros a desenvolver a própria educação financeira. Essa coisa de “faça o que eu falo e não faça o […]

Continue lendo →

Mesada: cuidado com os sabotadores

Mesada: cuidado com os sabotadores (Educação Financeira 13) Os sabotadores podem ser os avós, os tios, os padrinhos e os próprios pais, especialmente quando estão separados. Todas essas pessoas devem ter conhecimento do processo educativo em curso e todos devem colaborar. E, principalmente, não atrapalhar. A educação da criança deve vir em primeiro lugar. Avós, […]

Continue lendo →

Mesada: objetivos e limites

Mesada: objetivos e limites (Educação Financeira 12) Em princípio, os pais não devem “dar opinião” sobre como os filhos vão usar o dinheiro da mesada, exceto se quiserem colocar algumas restrições. Por exemplo, a criança pode estar inclinada a torrar sua mesada com sorvete ou balas. Para preservar a saúde da criança, os pais estabelecem […]

Continue lendo →

Mesada: usando corretamente

Mesada: usando corretamente (Educação Financeira 11) A mesada bem administrada é uma excepcional ferramenta de educação financeira. Entretanto, se for mal utilizada pode causar danos terríveis não só em termos de educação, como também na autoestima da criança e no relacionamento entre pais e filhos. Eis alguns exemplos em que o uso da mesada acaba […]

Continue lendo →

Mesada não tem contrapartida

Mesada não tem contrapartida (Educação Financeira 10) Mesada não tem contrapartida. A mesada é uma ferramenta pedagógica. Deve ser utilizada como processo educacional para lidar com dinheiro. Não é presente. Não é recompensa. Não é prêmio. Não se deve vincular mesada à execução de trabalhos domésticos, boas notas na escola ou bom comportamento. Quando os […]

Continue lendo →

Mesada: é preciso ter paciência

Mesada: é preciso ter paciência (Educação Financeira 9) As crianças realmente não aprendem a lidar com dinheiro de uma hora para outra. Serão necessários dias, meses e até anos. E quando pensamos em soltar as rédeas… vêm as recaídas. Mas é um processo educativo. É o trabalho dos pais. É o preço que se paga […]

Continue lendo →

Mesada: aprende-se errando

Mesada: aprende-se errando (Educação Financeira 8) Crianças e adolescentes fazem muita bobagem com o dinheiro da mesada. Eles não aprendem de cara a utilizar bem o dinheiro que recebem. A orientação dos pais deve ajudar a minimizar os erros, mas é importante que eles errem, pois os erros ajudam a aprender. As pessoas adultas não […]

Continue lendo →

Mesada

Mesada (Educação Financeira 7) Ao planejar o orçamento familiar verifique se é possível introduzir uma mesada para os filhos. É importante a criança desenvolver desde cedo as habilidades de fazer escolhas e tomar decisões, e aprender com os próprios erros, que certamente ocorrerão. O importante é que serão erros de pequena escala. Os psicólogos e […]

Continue lendo →

De onde vem o dinheiro

De onde vem o dinheiro (Educação Financeira 6) A criança precisa aprender, naturalmente, que dinheiro não cai do céu. Se os pais não explicam de onde vêm os recursos para bancar tantas despesas e contas, a criança vai ficar confusa. Também não é muito útil dizer: “Papai vai ganhar dinheiro”. Isso pode ser até muito […]

Continue lendo →